Pergunte à Joyce

Apaixonar 2


 

Querida Joyce,
  Se eu estava namorando um não-cristão antes de ser salva, preciso terminar com ele agora que aceitei Jesus?
  Bárbara


  Bárbara,
 O apóstolo Paulo nos diz que não deveríamos nos unir a um não-convertido em julgo desigual. Ele também disse que a escuridão não pode verdadeiramente ser companheira da luz (veja 2 Coríntios 6:14). O que Paulo disse não é uma lei, mas é sabedoria, e se você não segue a sabedoria pode sofrer como resultado. Muitas pessoas estão vivendo vidas miseráveis hoje porque seguiram suas emoções em vez da sabedoria de Deus. Sabedoria nos conduz a uma vida autoconfiante, silenciosa e tranqüila. Mas o que me der ouvidos com atenção (sabedoria) habitará em segurança, confiança e tranqüilidade, sem medo ou pavor do mal (Provérbios 1:33). Agir de forma insensata, no entanto, conduz ao caos e à destruição.

  Quando amamos e desejamos alguém, queremos sempre acreditar que essa pessoa vai mudar, mas recomendo que você veja o fruto da mudança antes de fazer qualquer compromisso permanente com o homem em questão. É insensato somente assumir que a pessoa vai mudar após se ter feito um compromisso permanente com ela. 

  Deus pode nos usar para conduzir não-convertidos para Ele, e por essa razão não devemos evitar totalmente de nos relacionarmos com essas pessoas. Minha diretriz pessoal para gastar tempo com não-convertidos é esta: eu me certifico de que os estou influenciando de maneira positiva e que eles não estão me contagiando em um caminho negativo. 

  Nosso ministério no mundo é um dos que reconcilia os ímpios com Cristo. Mas todas as coisas provêm de Deus, O qual, através de Jesus Cristo, nos reconciliou consigo mesmo [nos recebeu em favor, nos levou para a harmonia consigo mesmo] e nos deu o ministério de reconciliação [que pela palavra e oração podemos almejar trazer outros para a harmonia com Ele] (2 Coríntios 5:18). 

  Recomendo-lhe que deixe sua posição clara. Permita que o cavalheiro saiba sobre seu novo relacionamento com Jesus e em Quem você crê. Não se comprometa somente para mantê-lo feliz. Proceda com cautela e se empenhe em seguir o Espírito Santo nessa questão. Ele nos conduz em paz e sabedoria. Ele pode querer usar você para conduzir essa pessoa para Jesus, mas, se em qualquer momento você perder a paz ou sentir que as decisões que está tomando não são prudentes, deverá romper o relacionamento.

Joyce.