Pergunte à Joyce

Alcançar pessoas


 

Querida Joyce,

Como posso superar meus sentimentos de antipatia por uma pessoa em pecado e alcança-la em amor?

Kyle



Kyle,

Eu encorajo você a alcançar esta pessoa em fé, não porque você gosta ou não disto, mas porque você sabe que isto é a melhor coisa a fazer. Amor é uma decisão, não um sentimento. Isso é também útil para separar o pecado do pecador em seus pensamentos. Nós podemos odiar um pecado de uma pessoa, mas continuar a amando. Passando para além dos sentimentos pessoais e fazendo o que é certo, é o que nos ajuda a amadurecer espiritualmente. Eu sempre digo que se nós queremos desfrutar de uma caminhada com Deus, nós precisamos escolher a fazer o que é certo embora isto ainda nos faça sentir que é errado.

É útil compreender que nós fazemos nossa parte nos erros, e Deus estende a mão para nós em amor muito antes de nós começarmos a responder com um melhor comportamento. Nossos sentimentos irão nos impedir de caminhar em amor se nós permitimos a eles. Sempre lembre de seguir a palavra de Deus, não seus sentimentos. Amor não é falar ou teoria, é uma ação. As pessoas estão sedentas por amor incondicional e, como cristãos em Jesus Cristo, Deus nos prepara para sermos hábeis a dar isto a elas. Seu amor é despejado nos nossos corações e nós precisamos deixá-lo fluir através de nós para as outras pessoas.
Quando sou tentada a julgar uma pessoa que está no pecado ou ter uma atitude severa para com elas, eu frequentemente leio Gálatas 6:1-3, que lemos como se segue:

Se qualquer pessoa está excedendo em comportamento impróprio ou pecado de qualquer espécie, você que é espiritual (o qual está sensível e controlado pelo Espírito) deve ajustá-lo de forma correta, restaurá-lo e reintegrá-lo ao seu posto, sem qualquer senso de superioridade e com toda gentileza, mantendo os olhos atentos em si mesmo, para que você não seja tentado também.
Suporte cargos e defeitos morais importunos uns dos outros, e neste caminho cumpra e observe perfeitamente a lei de Cristo (o Messias) e complete o que está faltando (na sua obediência para isso).
Pois se qualquer pessoa pensa de si mesma como sendo alguém (muito importante para condescender para arcar com a carga do outro) quando não é ninguém (de superioridade exceto na sua própria estimação), engana e trapaceia a si mesmo.


Deus nos amou e enviou Seu Filho para morrer por nós embora nós sejamos ainda pecadores (veja Romanos 5:8). Ele espera que nós lembremos disto e tenhamos uma atitude para com os pecadores que irá manter a porta aberta para eles experimentarem o amor e perdão de Deus. A antipatia que você sente pela pessoa em questão pode ser transformada em compaixão se você mantiver em mente tudo o que Deus fez por você.